18/09/2017

Laranja Mecânica.


Autor: Anthony Burgess | Editora: Aleph | Páginas: 352 | Tradução: Fábio Fernandes | Gênero: Distopia/Clássico | Avaliação: 5/5

                                                         
                                                           Skoob | Amazon | Saraiva
                                             

Desde que resolvi voltar a ler os clássicos com mais frequência tenho me dedicado a livros que tem me marcado de alguma forma e me feito refletir bastante, mesmo depois de muito tempo após a conclusão da leitura. Com certeza isso é um dos pontos positivos quando começamos a nos desafiar na leitura dos clássicos; eles nos provocam questionamentos e aguçam com mais intensidade nosso senso crítico.

Cada um dos clássicos que li até agora me deixaram alguma mensagem para reflexão ou até mesmo me deixaram aquela sensação de inquietação, e acredito que é realmente essa a reação que livros do tipo provocam nos leitores, por isso se tornam clássicos tão aclamados. Laranja Mecânica traz uma forte crítica social e como eu já esperava não foi uma leitura tão rápida de ser absorvida. 

O livro nara a história de um jovem de 15 anos chamado Alex que juntamente com seus amigos formam um grupo de delinquentes que aterrorizam a cidade roubando, estuprando e até assassinando as pessoas, ou seja, Alex e seus companheiros praticam o que chamam de ultraviolência. Em uma das noites mais violentas, Alex acaba sendo traído por seus amigos e é capturado pela polícia. 

Assim, Alex acaba caindo nas mãos do sistema e a partir daí é que o protagonista nos leva a um debate intenso sobre o contexto abordado. Para fugir da condenação e sentença pelos seus crimes Alex acaba aceitando participar de um novo experimento do Estado que promete "curar" suas tendências criminosas através da Técnica Ludovico. 

Tal experimento consiste em injetar no individuo uma substância que associada a sessões de imagens violentas provocam náuseas e extremo mal estar no criminoso; em questão de dias do tratamento Alex não é capaz de presenciar, imaginar ou praticar qualquer tipo de violência sem se sentir terrivelmente doente.



Publicado originalmente na Europa em 1962 e no Brasil em 1971, Laranja Mecânica lança um debate ainda bastante atual em plena sociedade do século XXI, a violência dos grupos jovens e até que ponto o Estado pode intervir para eliminar a criminalidade, além de levantar várias outras questões relacionadas a essa mazela social que é a violência. 

O livro é dividido em três partes que apresentam ao leitor cada fase da história de Alex; a primeira parte nos apresenta o personagem em sua forma natural e selvagem mostrando tudo o que ele é capaz de fazer juntamente com sua gangue. Na segunda parte já vemos Alex sob o poder do Estado e acompanhamos seu tratamento com a técnica Ludovico, e finalmente na terceira parte temos o delinquente reformado e devolvido a sociedade já "curado". 

Em relação a narrativa e sua fluidez preciso ressaltar que esse foi um dos livros que mais demorei a ler, minha leitura foi extremamente dificultada unicamente pelo tipo de vocabulário utilizado pelo protagonista. A linguagem usada se chama nadsat, e é uma gíria criada pelo autor com uma mistura de palavras do russo e do inglês; mesmo que a edição traga um vocabulário para consulta eu tive muita dificuldade para me familiarizar com as palavas inseridas no texto, o que tornou minha leitura bastante penosa considerando que Alex é quem conduz a narrativa. 

Fora a estranheza da linguagem, a trama é muito envolvente e provoca o leitor do começo ao fim, a crítica presente na obra é tão bem explorada que você se vê debatendo e questionando várias situações abordadas no texto.

Se você pretende ler Laranja Mecânica indico muito que escolhe essa edição que é a especial de 50 anos lançada pela Editora Aleph. O trabalho gráfico é impressionante, o livro conta com capa dura e jacket, ilustrações e um material extra espetacular que complementa sua leitura. A diagramação é bem confortável.




Apesar da minha dificuldade com o texto, Laranja Mecânica é uma leitura envolvente e perturbadora por trazer um debate ainda em pauta em nossa atualidade, além de levantar questões tão polêmicas que provocam inquietação nos leitores. 

Anthony Burgess impressiona o leitor com a originalidade de sua obra e por fim nos faz questionar se realmente vale à pena viver em uma sociedade onde as pessoas não são livres para fazer suas próprias escolhas, sejam elas boas ou más. Leitura indispensável! 


13/09/2017

Séries preferidas da Netflix!


Olá, queridos! Tudo bem?

O post de hoje é um especial Netflix com uma pequena seleção das séries que estou acompanhando e que mais me agradaram recentemente. Tenho ficado bem viciada na Netflix e optado preferencialmente pelas séries, busco temas variados e tenho me aventurado pelo suspense e um pouco de terror para ir me familiarizando com o gênero que é o único que não leio e nem assisto. 

Então vamos lá conferir as séries que tenho maratonado na Netflix! 



iZombie é uma série de fantasia que tem como personagem central Olivia Moore, uma médica residente que é transformada em zumbi em uma festa. Depois desse acontecimento toda a vida dessa garota muda radicalmente, ela termina seu noivado e vai trabalhar em um necrotério para ter acesso mais fácil ao seu novo alimento, o cérebro humano. Liv tem como amigo e colega de trabalho Ravi Chakrabarti, também médico e cientista que se dedica a encontrar a cura para a condição de zumbi da amiga. 

Depois de comer os cérebros, Liv começa a ter visões e assumir características da personalidade das pessoas, essa nova habilidade dá a Liv a oportunidade de ajudar a polícia a solucionar diversos crimes. 

Tem apenas duas temporadas disponíveis na netflix e eu estou ansiosa pela terceira temporada para logo porque eu adorei essa série, os personagens são bem divertidos e a mistura de fantasia com suspense policial funciona bem, e deixa a série muito instigante.


Scream foi uma série que descobri há pouco tempo e logo fiquei viciada, tem apenas 2 temporadas disponíveis na netflix e é tão viciante que você não consegue parar de assistir até o último episódio.

Essa série mistura suspense, terror e drama jovem. A trama gira em torno de um caso de bullying virtual que provoca uma série de assassinatos brutais na pequena cidade de Lakewood. Os personagens centrais são um grupo de adolescentes que acabam se tornando suspeitos além de vítimas de um serial killer sanguinário. 

Essa série é incrível! Pena que são apenas 3 temporadas pelo que andei pesquisando. Tem muito mistério e suspense que deixam o telespectador vidrado no desenrolar da história. Os personagens são bem legais também; o meu preferido é o Noah, um garoto super inteligente; é ele que tenta juntar as pistas e descobrir o assassino. Noah é fã de filmes de terror, portanto ele é o responsável pelas referências aos clássicos do gênero e também pelos diálogos mais divertidos. Só resta torcer para a netflix disponibilizar a 3 temporada!


Acho que não há quem não conheça Supernatural, mas assim que comecei a assistir não consegui parar. Confesso que gostei muito mais das primeiras temporadas, o rumo que a série tomou depois da 7 temporada não tem me agradado como eu gostaria, mesmo assim continuo assistindo porque já me apeguei aos personagens. 

Para quem nunca assistiu, é uma série de fantasia urbana que tem como personagens principais os irmãos Sam Winchester e Dean Winchester que viajam pela América investigando e combatendo eventos paranormais e criaturas sobrenaturais. Estou torcendo para que a série me cative novamente porque realmente gosto muito dos personagens principais. 

Essas são as séries que mais tenho gostado na netflix. Espero que tenham gostado das minhas dicas e se quiserem deixar sugestões para eu assistir estou aceitando! hehehe 

Beijos, e até breve!
                                                               

11/09/2017

Morte na Praia.


Autora: Agatha Christie| Editora: L&PM Pocket| Páginas: 272| Gênero: Policial |Avaliação: 4/5


                                                                Skoob | Amazon | Saraiva  

Demorou, mas finalmente trouxe a minha última leitura concluída para o projeto Agatha Christie. Cada vez que leio um livro da Rainha do Crime fico ainda mais viciada em sua escrita, desta vez o livro escolhido foi Morte na Praia que traz como protagonista o detetive mais famoso da autora - Hercule Poirot. 

Neste livro, o detetive belga resolve tirar umas merecidas férias e ficar o mais longe possível de crimes e investigações. Para isso, ele escolhe o luxuoso hotel Jolly Roger em uma praia isolada. Entretanto, as coisas não saem como o planejado e mais um caso se apresenta em plenas férias de Poirot. 

A vítima se chama Arlena Stuart, uma mulher de beleza estonteante que atraía o interesse dos homens e despertava o ódio das mulheres. O caso se torna ainda mais complicado quando aparentemente nenhum dos suspeitos tem razões fortes para matar. Assim, Poirot se lança em uma buscas por pistas e nada melhor do que a análise minuciosa de cada hóspede do Jolly Roger.


Antes de escolher Morte na Praia para ler eu não tinha nenhuma informação sobre o livro, não li resenhas e nem pesquisei nada sobre a avaliação geral da história. Ler os livros pouco conhecidos da Agatha é sempre uma surpresa porque você não cria grandes expectativas sobre a trama e ainda fica impressionado com o final. 

Morte na Paria foi uma leitura que demorou para engrenar, mesmo com Poirot como personagem principal demorei um pouco para me envolver com a história, mas assim que o mistério foi instalado a narrativa fluiu melhor. Assim como a maioria dos livros da Agatha a narrativa é desenvolvida em terceira pessoa, então o leitor tem uma visão geral da trama e dos personagens; o que ajuda bastante a reunir as pistas e solucionar o mistério. 

Em relação aos personagens o grupo não é tão complexo ou explorado, a autora apresenta cada um dando ao leitor informações básicas e suas ligações com a vítima. Agatha Christie vai nos familiarizando com os personagens e desafiando você a montar sua própria investigação.


Os cenários que a Agatha Christie cria deixam a trama ainda mais instigante, neste livro temos uma praia paradisíaca onde o leitor mergulha no clima leve e descontraído do lugar. Acompanhamos a forma como a autora vai transformando a calmaria do lugar com todas as suspeitas e desconfianças entre os personagens. 

Publicado originalmente em 1941, Morte na Praia é uma leitura leve e rápida que convida o leitor a montar uma espécie de quebra-cabeça com as pistas deixadas pela autora ao longo da narrativa. Como é o estilo da autora e seu brilhante detetive prepare-se para ser surpreendido com um desfecho magistral!



06/09/2017

Primeiras Impressões: Corações Marcados.


       Olá, queridos! Tudo bem?

No dia 30 de Julho tivemos o lançamento na Amazon do mais novo romance da autora nacional Shirlei Ramos e com o lançamento tive a oportunidade de ler os primeiros capítulos do livro, para que pudesse trazer a vocês as minhas primeiras impressões sobre esse romance que logo na sinopse promete arrebatar os corações dos leitores. 

Já tinha ouvido falar do trabalho da Shirlei através de resenhas em outros blogs literários e sempre tive curiosidade de conhecer seus livros, foi quando tive a oportunidade de participar da divulgação do seu mais novo lançamento, Corações Marcados. 

Pelas resenhas e comentários que já havia lido sobre os livros da autora sabia que seria uma leitura que me agradaria, gosto de romances que trazem histórias intensas e superação. Recebi os primeiros capítulos de Corações Marcados, mas decidi aguardar o lançamento do livro para comprá-lo e só então começar a leitura porque sabia que se começasse iria ficar desesperada para saber logo a continuação.

Corações Marcados traz como protagonistas Vítor e Elena, os dois são amigos de infância e tiveram um relacionamento no passado que terminou de forma abrupta por escolha de Vítor. Sete anos depois de ele ter abandonado Elena sem nenhuma explicação convincente, os dois se reencontram em uma reunião de trabalho onde Vítor é o advogado responsável pela transação de uma negociação importante para a empresa onde Elena trabalha.


Logo nos primeiros capítulos dá para o leitor perceber que vem ainda muita emoção na história de Vítor e Elena, é nítido que o sentimento ainda existe, mas percebemos também que a história dos dois é repleta de segredos e mágoas do passado. 

A narrativa é muito fluída e a escrita da Shirlei é deliciosa de acompanhar, ela prende o leitor e consegue nos deixar em expectativa a cada capítulo lido. O foco narrativa é alternando entre os protagonista então temos a voz de ambos na trama, o que deixa a leitura muito mais envolvente. 

Considerando os capítulos que li até agora estou gostando bastante da trama, dos personagens e estou com ótimas expectativas para o desenvolvimento da narrativa. Espero que a Shirlei conduza e explore bem todo o potencial que a história possui. 

Assim que concluir a leitura trago a resenha completa para vocês! Quem gosta de romances maduros e cheio de momentos emocionantes precisa dar uma chance a esse livro! 

      Compre seu ebook na Amazon ou leia gratuitamente pelo Kindle Unlimited


                                                                                                 

04/09/2017

Sinceramente, Carter.


Autora: Whitney G. | Editora: Universo dos Livros |Páginas: 272| Gênero: New Adult |Avaliação: 5/5 💗

                                                           Skoob | Amazon | Saraiva                          
                                             
Sinceramente, Carter é o primeiro livro da Whitney G. que leio. Conheço a série Reasonable Doubt também publicada pela Universo dos Livros da mesma autora, mas confesso que a série nunca despertou meu interesse como Sinceramente, Carter conseguiu fazer.

O que mais me surpreendeu em Sinceramente, Carter foi a escrita da autora, não esperava uma escrita tão viciante. A intensidade com que o autor consegue me envolver na leitura é o que mais me encanta em um livro; para mim livros bons são aqueles que me fazem ficar grudada na leitura até a última página e este livro é exatamente assim. 

A trama gira em torno de dois amigos que cresceram juntos, Carter e Arizona se odiavam quando criança, mas descobriram uma grande amizade e acabaram se tornando melhores amigos inseparáveis ao longo dos anos. 

A amizade dos dois só se fortalece cada vez mais, Arizona e Carter conversam sobre tudo, um sempre pode contar com o outro nos momentos difíceis e não ficam um longe do outro por muito tempo; são tão próximos que é difícil para as pessoas ao redor acreditarem que os dois são apenas amigos. Até que um certo dia Carter e Arizona começam a se ver com outros olhos, o problema é que os dois não estão seguros de que arriscar a amizade em um relacionamento seja uma boa ideia.


Sinceramente, Carter me conquistou desde a primeira página e devorei o livro em dois dias. Além de personagens cativantes a narrativa cheia de humor e muito divertida; Whitney G. possui uma escrita instigante que para mim foi o ponto alto do livro. 

Os personagens são bem construídos e a autora foi feliz ao trazer duas personalidades que se completam totalmente, é lindo ver o elo forte de amizade que une Carter e Arizona, o leitor sente o carinho, o companheirismo e o respeito entre os dois e é isso que torna a história de amor deles tão verossímil. Temos aqui um amor que sempre existiu, mas que vai sendo descoberto aos poucos e esse processo de descoberta deixa a leitura mais empolgante. 

As características principais dos livros New Adults estão presentes na trama, Carter é o mocinho conquistador e o que mais me encantou no personagem é que ele não possui aquele jeito cafajeste de ser dos típicos mocinhos de New Adults; ele é pura fofura! 

A narrativa é desenvolvida em primeira pessoa com os capítulos alternados entre os protagonistas, portanto o leitor pode acompanhar exatamente quando Arizona e Carter se dão conta de que aquilo que os une não é apenas amizade.

   
Optei por ler em ebook porque o livro físico estava em pré-venda e como queria ler logo acabei comprando o ebook em uma promoção na Amazon, por isso não tenho muito a dizer sobre o aspecto físico da edição. No que se refere a um livro digital foi uma leitura bastante agradável e não tem nenhum diferencial na diagramação. 

Sinceramente, Carter me conquistou por possuir uma narrativa divertida e uma história de amor de arrancar suspiros. Quem busca uma leitura leve e aprecia o gênero com certeza vai se encantar com esse livro. 

Pelo que andei pesquisando o livro é único, mas tem um conto ou epílogo estendido chamado Sincerely, Arizona que vai trazer os personagens depois dos acontecimentos de Sinceramente, Carter. Não tenho ideia se a Universo dos Livros publicará o conto, mas estou torcendo que sim ao menos em formato de ebook. Vamos aguardar! 

 





30/08/2017

Dia de Ebook.


Hey, leitores! Tudo bem?

O post de hoje é uma seleção das minhas últimas leituras digitais. Quem viu o post da coluna Fechando o Mês percebeu que eu andei usando bem mais o kindle nos últimos meses, li e comprei muitos ebooks, então trouxe uma lista dos ebooks que mais me agradaram durante os últimos meses.

Acabei descobrindo a praticidade dos ebooks, então tenho investido muito mais nos livros digitais, sem falar na agilidade de leitura. É impressionante a rapidez com que leio no kindle, é sempre mais intenso o processo de leitura porque não sinto vontade de parar de ler e ainda posso aproveitar momentos na noite e madrugada para evoluir mais nas leituras, já que durante o dia o meu tempo é mais curto. 

Vamos lá conferir as minhas últimas leituras digitais!



Já não é segredo que eu amo um romance de época! Se vocês pegarem meu kindle vão encontrar muitas opções de leituras do gênero, estou sempre em busca de novas opções e essas quatro leituras se tornaram favoritas no gênero.

Amor para um escocês tem uma história super fofinha com um casal divertido, a mocinha é do tipo decidida e o protagonista conhecido como o "bruto escocês"emociona o leitor ao longo da narrativa. Leitura deliciosa!

A noiva do Capitão também conquista os fãs de romances de época com uma trama cheia de humor, neste livro a mocinha inventa um pretendente imaginário para fugir do casamento, só que anos depois o tal capitão aparece em sua porta disposto a reclamar a noiva e as terras que a moça herdou. A partir daí temos uma história de amor se desenvolvendo aos poucos e cheia de surpresas. A leitura é viciante! 

Atraída por um Highlander é o primeiro volume da Trilogia McCabe da Maya Banks, adoro os livros dos guerreiros highlander que essa autora escreve, ela é uma das melhores no gênero romance de época medieval. Neste livro temos uma herdeira ilegitima de um rei que se mantém escondida em um convento. Quando menos espera Mairin é raptada por um inimigo ambicioso e cruel, mas o destino a coloca nas mãos de Ewan McCabe, senhor do clã McCabe. Ewan só quer saber de vingança contra o homem que devastou seu clã e deixou seu povo na miséria. Quando Mairin e Ewan se encontram acabam percebendo que juntos podem conseguir o que ambos desejam. Leitura imperdível! 

Esplendor da Honra é um outro romance medieval pelo qual me apaixonei. Adorei a escrita dessa autora, já é o segundo livro dela que leio e gostei muito da trama e da narrativa fluida, os personagens também são super cativantes. Neste livro também temos uma mulher que sofre nas mãos cruéis do irmão e acaba capturada por um poderoso guerreiro, inimigo declarado de seu irmão. Ela seria apenas um meio para que o Barão Duncan Wexton conseguisse sua vingança, mas nada sai como planejado. 


Depois dos romances de época parti para os new adults que é outro gênero que sou viciada. Uma Pequena Mentira traz uma trama típica dos new adult, mocinha bem comportada mais pegador festeiro da faculdade. Eu adoro um bom clichê new adult e esse livro traz personagens bem estereotipados que vão surpreendendo o leitor ao longo da leitura, temos amadurecimento pessoal e outras questões bem exploradas pela autora. Leitura super recomendada!

Pátria Chamada Amor e Dom foram outras leituras que me deixaram vidrada no kindle, os dois são livros nacionais e trazem personagens bem envolventes. Pátria Chamada Amor conta a história de um casal que acaba separado pela guerra, o romance é lindo e cheio de surpresas e reviravoltas. Eu fiquei viciada na leitura e torci muito pelos personagens. 

DOM é outra delícia de livro! Sério, que protagonista mais apaixonante! Dominic é lindo e dedica sua vida a ajudar pessoas que passam necessidades, ele administra uma ONG e não mede esforços para ajudar quem precisa. Em um determinado dia ele encontra um rapaz revirando o lixo do Centro Comunitário e tenta ajudá-lo, o menino tenta fugir e Dominic acaba descobrindo que na verdade se trata de uma garota. Luna se tornou uma fugitiva para salvar sua vida; ela só quer fugir e Dominic faz de tudo para protegê-la. Romance muito fofo!



Li também Minha Melodia que é um spin-off da duologia O Amor não tem Leis da Camila Moreira, gostei muito da história do Dereck, ele vai ao fundo do poço depois de perder Maria Clara para Alexandre Ferraz, mas Manuela acaba surgindo no momento mais sombrio de sua vida, a leitura é emocionante e muito intensa. Vale à pena conferir!

Fury era uma leitura que precisava fazer logo, pois já havia começado a ler a série Novas Espécies pelo terceiro livro, Valiant. Então aproveitei o preço bom e comprei em ebook mesmo. Assim como Valiant, gostei muito da história de Fury. Como é o primeiro livro traz algumas explicações sobre a origem dos novas espécies, o romance é muito fofo, cheio de reviravoltas e muita ação. 

DangeRock é um nacional delicioso, estava na minha lista de leituras faz tempo e quando entrou no kindle unlimited baixei e devorei o livro rapidinho. Leitura leve que conta a história de amor de dois amigos de infância e companheiros de banda. A trama é cheia de intrigas, música e muita diversão. Adoro a escrita da M.S.Fayes! 

Essas foram as minhas leituras digitais mais recentes, todas foram ótimas leituras e super recomendadas para quem gosta dos gêneros citados. Espero que tenham gostado das dicas. Me contem quais desses livros já leram ou pretendem ler! 

Beijos, e até logo!
                                     


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo